domingo, 4 de dezembro de 2016

E se o mundo fosse governado por LGBTs?

De todas as reflexões que vêm em minha cabeça, uma das perguntas mais incríveis é "e se o mundo fosse governado por LGBTs?"

Boa parte dos líderes mundiais durante muito tempo foi composta de homens heterossexuais. Foi preciso muita luta para que mulheres fossem vistas como aptas a serem candidatas à presidência. É bem verdade que no passado existiu rainhas e também reis e líderes homossexuais ou bissexuais, omo Alexandre o Grande, Nero, o antigo Rei de Uganda antes da colonização. Mas em geral, boa parte dos líderes de povos, grupos ou nações, foi composta de homens heterossexuais.


Resultado de imagem para nero

Não acho isso seja simplesmente um "preconceito". Em primeiro lugar, a maior parte dos homens é predominantemente heterossexual e não há nenhum problema nisso. Em segundo lugar, como animais que somos, homens masculinizados (que podem ser heterossexuais ou não), impulsionam nas pessoas certos instintos de proteção do bando onde a masculinidade reforça noções de dominação, poder e controle.

É bem verdade que esse mundo dominado por homens predominantemente heterossexuais viu guerras, destruição, roubo de terras, genocídios, limpezas étnicas, massacres, monopolização dos recursos naturais, extinção dos animais, preconceitos, discriminações, inferiorização de outrem, fanatismo religioso (que quase sempre é predominantemente heterossexual) etc.

Resultado de imagem para mussolini

Isso posto, não podemos deixar de nos perguntar... e se o mundo fosse governado por LGBTs? E se boa parte dos líderes fosse LGBTs?

Antes de respondermos de forma ingênua a essa pergunta, devemos lembrar que isso traz uma questão filosófica profunda, questão essa que já foi abordada nesse blog. Hoje em dia muita gente fala com bastante segurança sobre o "preconceito", mas o termo é ingênuo porque quase ninguém percebeu a questão filosófica que existe em torno dele.

Resultado de imagem para perguntas

Antes de respondermos a essa pergunta, devemos principalmente nos perguntar: a orientação sexual de uma pessoa influencia de alguma forma na personalidade dela? O sexo, a etnia, a religião, a geografia, a classe social etc influenciam a personalidade das pessoas?

Resultado de imagem para as branquelas

A título de exemplo, supondo que uma menina branca de classe alta esteja numa lanchonete no Leblon, ela fala de forma grosseira com a atendente negra, algo como se estivesse falando com sua escrava. Por que que ela falou de forma grosseira?


a) Porque ela é da elite branca?
b) Porque ela é uma patricinha do Leblon?
c) Porque ela é uma mulher histérica?
d) Porque ela é uma pessoa mal-educada?

Resultado de imagem para paris hilton

Dizer que o fato de uma pessoa ser de classe alta, branca ou mulher influencia o fato de ela tratar a atendente negra como empregados não seria preconceito? Afinal, há várias mulheres ricas e brancas que tratam as pessoas de forma muito educada. Assim, podemos concluir que a menina falou de forma grosseira com a atendente porque se trata de uma pessoa agressiva e mal-educada.

No entanto, será que o fato dela ser da elite branca e mulher moradora do Leblon não influencia em NENHUM GRAU a personalidade daquela mulher e o modo como ela lida com os atendentes negros? Afinal, as características de uma pessoa são apenas idiossincrasias individuais ou são de alguma forma influenciadas por certos fatores externos que mais ou menos moldam o comportamento de pessoas na mesma condição (mulheres brancas, ricas e moradoras do Leblon?).

Resultado de imagem para paris hiltonResultado de imagem para negona

Trata-se, portanto, de uma questão filosófica e para a qual não temos uma resposta absoluta. Esse fato nos mostra que o nosso cérebro e nossa linguagem nunca serão aptos a apreenderem a Verdade dos fatos.

Isso posto, podemos trazer essa questão para a nossa realidade. O fato de uma pessoas ser LGBT, influencia em algum grau a personalidade dela? A pessoa LGBT apresenta uma essência diferente da pessoa heterossexual unicamente por ser LGBT?

Resultado de imagem para gay escrachado

Se nós respondermos que não, logo, um mundo governado pelas minorias sexuais seria a mesma coisa do que um mundo governado por heterossexuais, pois homossexualidade não define caráter.

Isso é bem verdadeiro, pois a História prova que inúmeros homossexuais em cargos de liderança foram pessoas tão ou mais más cruéis e incompetentes do que seus pares heterossexuais.

Resultado de imagem para felix bicha má

No entanto, como defendemos sempre o caminho do meio, há de se considerar que ser LGBT INFLUENCIA (o que é diferente de determina) a personalidade de muitas pessoas na medida em que ser vítima de um meio tão hostil, pode tornar as pessoas mais humanas e sensíveis.

Assim, respondendo à pergunta inicial do texto, eu acho que se o mundo fosse governado por LGBTs, o mundo seria exatamente a mesma merda do que é hoje. Os recursos naturais da Terra são limitados e as disputas pela sua distribuição seriam conflituosas na mesma medida do que são hoje. O fato de um presidente ser gay ou lésbica não vai fazer multiplicar dinheiro e diminuir a pobreza e as guerras. No entanto, pela natureza sensível e aberta de muitos LGBTs, talvez o mundo fosse uma merda um pouco melhor.

Resultado de imagem para merda com cogumel

E vocês, o que têm a dizer sobre isso?

Amor e Paz